Sexta-feira, 6 de Novembro de 2015
Amizades

Depois de me ter chateado com aqueles que considerava os meus melhores amigos, tenho saído com pessoas que já não saía há algum tempo ou então novas pessoas que fazem parte do grupo. 

Tantas vezes não sai com certos amigos, para estar com aqueles que pensei que ficariam sempre do meu lado. Fantástico como o ser humano pode ser tão ignorante quanto ao conhecimento dos restantes seres. Dava tudo por eles, saía sempre com eles, porque é como se já fosse uma rotina, era com um deles (pessoa que já conhecia há quinze anos) que eu desabafava absolutamente tudo, esse era capaz de saber tanto da minha vida como eu praticamente. Ainda assim, preferiu me trocar por amigos que conhecera recentemente, preferiu alinhar em coisas que eu nunca alinharia. Esta amizade estava-se a desgastar desde que o apanhara em flagrante a falar de mim a uma falsa amiga dele, só porque estava com ciúmes por eu falar com um rapaz que ele tinha gostado no passado, e eu nem queria nada com ele. Acham isto normal? Verdadeiro amigo não ficaria com ciúmes nem iria falar de mim a outra pessoa sobre isso, quanto muito falava comigo e explicava que não se sentia à vontade com a situação não é? Eu por ele deixava logo de falar com esse rapaz, eu não queria nada com ele, e em primeiro estava o meu melhor amigo.

Como é que ele era capaz de dizer que eu era a melhor amiga dele se era capaz de falar de mim dessa forma nas costas? E se eu não o tivesse apanhado ele também nunca o admitiria. E sabe-se lá o que ele já não terá dito. E sabem a resposta dele quando o confrontei? "Ah eu estava muito nervoso, e sabes muito bem como fico quando falam com alguém que já me envolvi." e eu "Desculpa? Em primeiro lugar, se não estavas bem com a situação dizias-me a MIM, não a outra pessoa, e além disso estares nervoso não é desculpa para falares mal de uma pessoa que conheces há 15 anos a outra pessoa que já se fartou de te dar facadas nas costas". Ele disse que era a personalidade dele (lol) e pediu desculpa. Eu perdoei  mas obviamente que nunca mais esqueci. Depois foi chegando a um cúmulo que já não dava mais, tal como disse, começou a preferir a opinião de amigos que fizemos recentemente, começou a fazer coisas ridículas que nunca tinha feito comigo e eu não gostava. Até que houve uma noite (mais ou menos há 4 semanas) que eu me fartei e vim-me embora para casa. Aí foi o descalabre e acabou tudo mesmo. Desta vez é que nunca mais o perdoo. Para mim morreu.

 Quanto aos amigos que tenho estado ultimante nas noites, tem sido espetacular. São pessoas de mente aberta, mais parecidas comigo. Mas não é por isso, é pelo facto que por vezes demonstram mais preocupação comigo do que gente que me conhecia há mais tempo. Eles ficaram todos contentes a primeira sexta à noite que fui sair com eles. Só diziam "Olha a Patrícia", "Há quanto tempo", e coisas assim, faziam-me sentir bem no meio deles. E olhem que é um grupo de 15-20 pessoas, dependendo das pessoas que se juntam. Enquanto que com aqueles amigos que eu andava sempre eramos só 4 e mesmo assim houve muitas mais confusões. 

Não costumam dizer, fecha-se uma porta e abre-se uma janela? Cada vez acredito mais nisso.

publicado por Mystic às 10:15
link do post | comentar |
15 comentários:
De Chic'Ana a 6 de Novembro de 2015 às 10:56
Por vezes é preciso recebermos um abalo na nossa vida para abrirmos os olhos a novas perspetivas, a novos amigos e relacionamentos! Espero que corra tudo bem!
De Mystic a 6 de Novembro de 2015 às 10:58
É verdade mesmo, grande lição que estes amigos da onça me deram! O que me parte mais o coração é acharmos que conhecemos uma pessoa, depois de a conhecermos desde pequenitos e afinal não sabemos é nada, não podemos dar certezas sobre ninguém a não ser sobre nós próprios.
Obrigado :)
De Chic'Ana a 6 de Novembro de 2015 às 11:01
Por vezes até as certezas sobre nós próprios falham! =)
De Mystic a 6 de Novembro de 2015 às 11:46
Exatamente, quanto mais sobre os outros :)
De Chic'Ana a 9 de Novembro de 2015 às 10:29
Então, como estás? A situação acalmou?

Beijinhos e não percas o sorteio que estou a fazer!
De Mystic a 9 de Novembro de 2015 às 10:46
Estou bem. A situação está na mesma, sei que nunca mais voltaremos a falar!
Não sabia do sorteio, vou agora ao teu blog :D
De omeumaiorsonho a 6 de Novembro de 2015 às 11:19
Amigos que assim o possamos chamar infelizmente são muito poucos eles pouco e pouco vão se revelando
De Mystic a 6 de Novembro de 2015 às 11:46
Pois é, e custa Mas só assim é que uma pessoa aprende!
De Blueberries a 6 de Novembro de 2015 às 12:59
Bem verdade. Se não foi é porque não tinha que ser. Novas amizades virão e as verdadeiras ficam, as falsas vão rápido embora.
Sei que 15 anos é muito tempo, e deve custar bastante acabar essa amizade assim :c Mas melhores amizades surgirão.
Um beijinho.
De Mystic a 6 de Novembro de 2015 às 16:11
Custa imenso, mas agora estou a ficar melhor e é assim que vejo: se acabou é porque tinha que ser. E eu detesto gente falsa, não quero ninguém assim na minha vida, só nunca pensei que viesse das pessoas que me eram mais próximas mas enfim.
Beijinhos*
De Blueberries a 6 de Novembro de 2015 às 22:17
É verdade querida. Tenho a certeza que essa amizade foi verdadeira durante um bom par de anos. Mas realmente é pena ter acabado assim. Mas novas amizades vão surgir ;)
Um beijinho.
De Mystic a 9 de Novembro de 2015 às 10:46
Já não sei de nada querida... Mas olha mais vale nem pensar nisso :)
De Blueberries a 9 de Novembro de 2015 às 14:22
Erguer a cabeça e seguir em frente, é o melhor.
Um beijinho.
De -Hellen a 6 de Novembro de 2015 às 15:31
Compreendo-te tão bem, no inicio deste ano aconteceu-me praticamente o mesmo se bem que demorei imenso tempo a abrir os olhos mas mais vale tarde do que nunca!
De Mystic a 6 de Novembro de 2015 às 16:12
Acredita! É isso mesmo, mais vale tarde que nunca. Eles é que ficam a perder :)

Comentar post

Sobre Mim
Recente

Assuntos Especiais

E porque nem tudo são boa...

Amo-te Meu Amor

Desculpem a minha ausênci...

Mais uma etapa

Overthinking

TAG: Top 5 Chocolates

Passagem de Ano

Objetivos para 2016

Um Natal melhor do que es...

Arquivo

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

A ler...